Prefeitura Municipal de Leme do Prado - MG
tamanho do texto
você está em: Home >> A cidade

imagem antiga de Leme do Prado
A cidade de Leme do Prado

Fundação: 1997
Altitude: 431m
População: 5.215 habitantes
Área Total: 282,2km²
Densidade Demográfica: 17,15hab/km²
CEP: 39655-00

Manifestações Culturais

Leme do Prado possui diversas manifestações culturais que são desde festas religiosas, saberes característicos e artesanato. As celebrações religiosas configuram um papel importante na construção da cidadania dos lemepradenses.

Tanto na sede quanto, na zona rural. Se destacam a Folia de Reis e a Festa do Divino, realizadas na Igreja de Santos Reis, com leilões e distribuição de quitandas (broa de fubá, pão, biscoito, bolo de arroz), vinhos e licores.

O Mastro de São Sebastião e a Festa do Padroeiro Sagrado Coração de Jesus também são significativas. A celebração religiosa mais relevante á a Festa do Divino Espírito Santo que ocorre no mês de julho e começa com as novenas seguidas de leilões. O surgimento desta festa tem origem na família do Sr. Geraldo Barroso. A esposa do fazendeiro, ao ver o marido convalescendo de uma úlcera, decide fazer uma promessa ao Divino Espírito Santo, que se o seu marido se curasse ela faria um festa em homenagem à graça recebida.

Ao receber o milagre Dona Sazinha como era carinhosamente conhecida por todos, solicita junto ao Padre de Minas  Novas uma ajuda para realizar a festa. O Padre por sua vez leva a Coroa e o Cedro a Leme do Prado e assim ocorre a primeira festa do Divino na cidade. Este fato ocorreu e assim ocorreu por volta do ano 1954 e a partir daí tornou-se manifestação tradicional no local.

Durante as novenas os foliões do divino vão passando pelas casas dos moradores da cidade recolhendo doações. No ultimo dia da novena, geralmente no sábado, ocorre a busca da bandeira do Divino que é acompanhada pela Corporação Musical Juventude Lemepradense até o local onde será hasteada, depois tem o levantamento do mastro com show pirotécnico, leilão, show na praça. No domingo, às cinco horas da manhã tem a alvorada festiva, onde a banda de música sai pelas ruas do centro tocando e animando a multidão que fica na rua após os shows. Às dez horas da manhã sai o cortejo da porta da casa dos festeiros em direção a igreja matriz onde em seguida é celebrada a missa. Depois da missa tem a procissão pelas ruas da cidade e a posse dos novos festeiros. Lá acontece a distribuição de doces e quitandas aos visitantes. Em seguida tem o leilão de gado que geralmente são doações para os festeiros do ano seguinte.Na segunda feira da ressaca, tem o churrasco na praça e distribuição das “sobras” das comidas e bebidas, e shows na praça.

Na Zona Rural, cada povoado possui também a celebração religiosa do seu santo padroeiro. Destacam-se a festa de São José, em Mandassaia, a festa de Nossa Senhora de Fátima, que ocorre em Posses, a festa de Santo Antônio, em Gouveia e a Festa de Nossa Senhora Aparecida no distrito de Acauã de Minas. Fato curioso é a tradicional distribuição de farofa à comunidade, durante a realização dessas celebrações. As celebrações cívicas também são significativas, destacando-se a festa junina conhecida como Arraial de São Vicente, realizado pelos moradores da rua que deu o nome à festa. A população enfeita a rua e cozinheiros preparam os quitutes que serão distribuídos na festividade. E não pode faltar a tradicional quadrilha do Arraiá e o forró que não tem hora para acabar.

Outros eventos importantes são: o Aniversário da Cidade de Leme do Prado que ocorre dia 22 de Dezembro com a missa solene e shows na praça, a Festa do Milagre e Festa da Virada. No distrito de Posses, ocorre o Encontro de Montaria, organizado pelo Clube do Cavalo.

Leme do Prado como poucos município do Brasil se preocupa com a formação de suas crianças e jovens, tanto que possui a banda de música Corporação Musical Juventude Lemepradense fundada em 1998 e é formada especialmente por crianças ente 10 e 14 anos e jovens entre 15 e 25 anos, e o coral infantil Sementes do Amanhã. Em Gouveia temos um grupo Folclórico Tambozeiros. Destacam-se, em todo município de futebol com jogos na sede e zona rural. Os campeonatos motivam toda a comunidade que possui vários campos para a realização dos eventos. Leme do Prado conservou vários saberes relacionados à fabricação de produtos como a cachaça, que é um artigo típico da região e existe desde os tempos da fundação do povoado de Gomes primeiro nome da cidade. Além da cachaça existem na região engenhos movidos a boi que se conservam apesar de estarem inativos. A riqueza cultural da região passa também pela produção de rapadura, açúcar e farinha de mandioca e milho que são produzidos através de processo artesanal. Várias comunidades ribeirinhas produzem também o fumo. Como comidas típicas pode-se citar: o chá de amendoim e o doce de fava feito com feijão branco.

O município possui artesanato, porém em pequena escala. Dentre as manifestações encontramos: o crochê, tecelagem, bambu, taquara, madeira, couro e barro. Em Posses existe uma associação de bordadeira, denominada de “Mão de Fada”.

Fale com o Prefeito

Desenvolvido por: